Câmera Oca – Uma grande formato de montar

Podemos construir nossa própria câmera para processos fotográficos químicos?

IMG_1432

O projeto da Câmera Oca nasceu das conversas entre o fotógrafo Guilherme Maranhão e eu (Roger Sassaki) sobre a dificuldade que nossos alunos e colegas tem em achar uma câmera de grande formato para continuar a prática fotográfica de nossos cursos. Conversamos muito sobre como seria legal desenvolver uma câmera que pudesse ser montada por cada um durante uma oficina de poucos dias. O Guilherme se utiliza dos filmes em chapas para radiografia em suas investigações e trabalhos e eu utilizo câmeras de grande formato para fotografar em calótipos e placa úmida de colódio. Assim, a Oca foi projetada para aceitar em seu chassi processos de captura em placas, seja em processo úmido ou seco e também com filmes fotográficos em chapas até o tamanho de 13x18cm (5×7 polegadas) ou o formato quadrado de 16x16cm.

Parte traseira com vidro despolido que é retirado para o encaixe do chassi para placa fotográfica.
Parte traseira com vidro despolido que é retirado para o encaixe do chassi para placa fotográfica.
Chassi para a placa fotográfica com uma placa de 13x18cm. A placa pode ser colocada na horizontal ou vertical.
Chassi para a placa fotográfica com uma placa de 13x18cm. A placa pode ser colocada na horizontal ou vertical.

A Câmera Oca é uma mistura de modelos do início da fotografia e algumas soluções posteriores. Não é uma réplica de nenhum modelo que existiu. Ela é baseada em caixas deslizantes para ajustar o foco e na troca da peça do despolido para o chassi vedado à luz para a placa fotossensível. O chassi tem algumas características dos feitos para placa úmida de colódio no séc. 19. A objetiva é um modelo de lentes simétricas não acromáticas com diafragma “waterhouse”.

A escolha dos materiais e soluções do projeto também levou em conta a simplicidade na construção, a disponibilidade e baixo custo das peças e a possibilidade de ser montado por uma pessoa sem habilidades em marcenaria e sem maquinário pesado, somente ferramentas simples. A Oca é entregue em formato de kit de peças pré cortadas para colagem e leve ajuste final.

Além destes objetivos práticos, também pensamos que a construção é uma ótima oportunidade para o aluno descobrir o aparelho fotográfico. Durante a montagem o projeto é explicado e o aluno consegue entender a função de cada coisa feita e sua implicação na formação da imagem final. Esperamos que ele ganhe as noções necessárias para modificar o projeto posteriormente de acordo com suas necessidades.

Os Testes

Depois de construir nosso protótipo da Oca, fomos fazer o “teste de sanidade”! A primeira imagem foi feita na Casa Ranzini de uma simples cena, um ambrótipo em vidro.

Ambrótipo 13x18cm feito com o protótipo da Câmera OCA.
Ambrótipo 13x18cm feito com o protótipo da Câmera OCA.

Depois, fomos testar fotografar com chapa para raio-x e escolhemos fazer um retrato do Celso Eberhardt, o técnico super-super de concerto de câmeras fotográficas! Imagens raras do homem em sua oficina.

Celso Eberhardt em sua oficina em SP. Filme 13x18cm para raio-x na Câmera Oca. De G. Maranhão.
Celso Eberhardt em sua oficina em SP. Filme 13x18cm para raio-x na Câmera Oca. De G. Maranhão.
Celso Eberhardt em sua oficina em SP. Filme 13x18cm para raio-x na Câmera Oca. De G. Maranhão.
Celso Eberhardt em sua oficina em SP. Filme 13x18cm para raio-x na Câmera Oca. De G. Maranhão.
Celso Eberhardt em sua oficina em SP. Filme 13x18cm para raio-x na Câmera Oca. De G. Maranhão.
Celso Eberhardt em sua oficina em SP. Filme 13x18cm para raio-x na Câmera Oca. De G. Maranhão.

A primeira turma da oficina!

Então resolvemos ver se realmente tem gente por aí querendo construir sua própria câmera e abrimos inscrições para um primeiro grupo de alunos. Para nossa felicidade, sim – existem!

Foram 5 dias de oficina, três horas por dia nas primeiras manhãs no ateliê do Guilherme e um dia final no meu espaço na Casa Ranzini para fotografar com as câmeras prontas. Estávamos um pouco apreensivos como as coisas caminhariam mas os alunos foram ótimos na habilidade de montar a encrenca, no convívio, ajuda entre eles e compartilhamento das ferramentas. Foi ótimo ver o cuidado com que montaram as peças e a empolgação e carinho crescente com suas criações a medida que os sacos de ripas desconexas de madeira se transformavam em câmeras fotográficas.

Navegue pela galeria de fotos feitas durante o curso:

Para ficar sabendo de novas turmas desta oficina, assine a newsletter: http://eepurl.com/dTHUL

Grande Abraço!

Roger H. Sassaki

Print Friendly, PDF & Email

One thought

    1. Olá Henrique,
      Nós não fizemos uma versão do kit para venda com instruções. As instruções são passadas ao longo da oficina. É um projeto para o futuro conseguir redigir um manual com ilustrações. De qualquer forma, fique atento a programação do site para uma próxima turma!

      Sobre o colódio, também não tenho kit de químicos para venda no momento.Também é algo pra se pensar para o futuro. Não tenho conseguido parar pra desenvolver isso.

      Grande abraços
      Roger

      PS: Desculpe a demora pra responder. O site tem dado alguns problemas :/

Deixe uma resposta