Ambrótipos resistem a mais de 150 anos embaixo do mar

Ambrótipos achados no naufrágio de 1857. Crédito: Odyssey Marine Exploration
Ambrótipos achados no naufrágio de 1857. Crédito: Odyssey Marine Exploration

Esta notícia foi dada pela imprensa mundial com um enfoque um pouco diferente. Manchetes como “o navio de ouro” ou “milhões em ouro achados em naufrágio” foram preferidas. Eu não me importei muito com as 10 toneladas de ouro achadas nos destroços do SS Central America, que foi ao fundo do mar na costa da Carolina do Sul em 1857.

O que me chamou atenção foram pelo menos 60 fotografias em ambrótipo que foram encontrados em boas condições em junho de 2014! São retratos de diversos passageiros, provavelmente envolvidos na corrida do ouro dos EUA.

Um dos depósitos com ambrótipos. Foto: Odyssey Marine
Um dos depósitos com ambrótipos. Foto: Odyssey Marine

Segundo o relatório, o conservador da Odyssey’s Marine Frederick Van de Walle está investigando as técnicas de conservação apropriadas para retirar as imagens do fundo do mar. Então teremos que esperar um pouco até ver quais são estas imagens que veem sobrevivendo a mais de 150 anos embaixo do mar.

Roger Sassaki

Fontes:
http://www.shipwreck.net/sscaoperationaloverview.php
http://www.shipwreck.net/documents/OMECourtReport14-2_000.pdf

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta