Tentando fazer Placa Seca de gelatina. 

Roger Sassaki/ junho 19, 2017/ Diário, Placa Seca de Gelatina/ 0 comments

Estátua Viva, Rua Barão de Itapetininga, SP. Impressão em papel Ilford RC a partir de negativo de vidro de Placa Seca. 17/06/2017.


Já faz algum tempo que tenho me enveredado na pesquisa do processo de Placa Seca De Gelatina, uma técnica de 1871 que veio a desbancar a hegemonia do colódio e possibilitar a era industrial da fotografia. 

Tenho seguido por hora a receita de Mark Osterman, publicada no livro de Christopher James. É um procedimento até simples depois que pega o jeito. Fiz duas “levas” já e acabei de fazer uma terceira ainda não testada. A primeira leva não deu muito certo, o que era esperado. Acho que não lavei direito a gelatina e acabei com cristalização de nitratos e outros sais. 

A segunda leva saiu ótima, e é a que gerou as duas imagens deste post. O negativo é limpo porém de baixíssima sensibilidade. Ficou até bem próxima do colódio, algo em torno de ISO 1. 

Já fiz teste de revelação com Parodinal e funcionou. Estas duas imagens aqui foi com Ilford Bromophen. Adicionei um banho inicial de água destilada com um 0,5% de alúmen de cromo para evitar descascaremos da gelatina no processo. Funcionou.

Estas duas imagens foram feitas em formato 4×5″ em uma Linhof Technika. Depois de reveladas por cerca de 15 minutos cada, foram fixadas e secas. Fiz ampliações em papel fotográfico Ilford RC Multigrade vencido (o que deu algumas manchas escuras na cópia) 18x24cm. Apesar de os negativos terem as altas luzes bem densas, as baixas luzes ficaram quase sub-expostas (erro de exposição) e precisei usar um contraste 5 e um tanto de manipulação durante a cópia. De qualquer forma, o resultado está muito bom para este estágio da pesquisa.

Praça da República, SP. Impressão em papel Ilford RC a partir de negativo de vidro de Placa Seca. 17/06/2017.


Nesta próxima “leva” tentei aumentar um pouco a sensibilidade da emulsão . Vamos ver!

Print Friendly, PDF & Email

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>
*
*

%d blogueiros gostam disto: