Imagens do curso de Introdução à Fotografia em Calótipo (março 2013)

calótipos finais

Uma parte dos calótipos produzidos durante o curso pelos alunos. (clique para ampliar)

Domingo (24/03/13) foi o último dia de curso de nossa primeira turma de alunos da Introdução à fotografia em calótipo ministrado pelo Fernando Fortes e por mim. Ficamos tão contentes com o resultado conseguido pelos alunos quanto pela dedicação deles nos 4 longos dias neste processo super trabalhoso e delicado. Haja café!

Vou contar um pouco como foi o curso para quem se animar de fazê-lo também. Produzir seus próprios negativos em papel é uma experiência única e valiosa para fotógrafos de qualquer nível!

Obrigado aos alunos Bárbara Simonetti, Kátia Magri, Valéria Gobi, Marcela Porcelli e Waldir Salvadore. Os mais novos “calotipeiros”!

1º dia

Aula de contextualização histórica do processo de calótipo e início da fotografia.

Aula de contextualização histórica do processo de calótipo e início da fotografia. Fernando Fortes explica como surgiram os calótipos.

O curso começou com uma manhã de conversas sobre o surgimento da fotografia, as primeiras pesquisas e os personagens importantes. O Fernando Fortes havia preparado uma ótima apresentação destes primeiros passos. Achamos muito importante que ao estudar uma técnica histórica, também estudemos o contexto onde ela surgiu. É uma oportunidade de preparar os alunos para a trabalheira dos próximos dias: longas horas de fotografia para aproveitar os raios de sol, a única fonte de luz possível para os calótipos do século 19. Mesmo hoje, não mudou muito.

Depois passamos para o laboratório da Casa Ranzini, onde mostramos o princípio da câmera escura e também as câmeras de grande formato que usamos durante o curso. Falamos sobre lentes, tamanhos de negativos, foco, tempos de exposição e como manipular estas câmeras tão diferentes das que costumamos ver por aí. No restante da tarde, os alunos ficaram preparando os papéis que se tornariam os negativos do dia seguinte.

(clique nas imagens para vê-las maior)

Roger Sassaki demonstra aos alunos os tipos e características das câmeras de grande formato que os alunos usaram.

Roger Sassaki demonstra aos alunos os tipos e características das câmeras de grande formato que os alunos usaram.

Explicações sobre a teoria de formação de imagens nas câmeras fotográficas.

Explicações sobre a teoria de formação de imagens nas câmeras fotográficas.

Fernando explica aos alunos o primeiro passo de preparação dos calótipos: iodização

Fernando explica aos alunos o primeiro passo de preparação dos calótipos: iodização

2º e 3º dia

No final do dia, assistimos todos este documentário sobre o fotógrafo Dan Estabrook, que produz ótimos calótipos nos dias de hoje. Recomendado!

Assim que os alunos chegaram, as 9h da manhã, começamos a sensibilizar nossos papéis iodizados em um banho de nitrato de prata. Os alunos se revezaram nas câmeras 8×10 e na 4×5 para terem a experiência de usar cada uma delas.

O dia nublado e chuvoso aumentou o desafio da fotografia, ainda mais depois de passarmos o dia anterior falando o quão importante é ter sol para fazer calótipos. Mas para surpresa de todos, as imagens ficaram ótimas. Mesmo com nuvens, é importante que o objeto esteja em linha direta com o Sol. Já havíamos percebido que os raios UV conseguem passar pelas nuvens, ótimo!

(clique nas imagens para vê-las maior)

Valéria ajustando sua cena.

Valéria ajustando sua cena.

Colocando o negativo na câmera

Colocando o negativo na câmera

Ajustando a objetiva para começar a foto!

Ajustando a objetiva para começar a foto!

Ajustando o foco na grande 8x10.

Ajustando o foco na grande 8×10.

Waldir e Marcela posando 10 minutos na última luz do dia.

Waldir e Marcela posando 10 minutos na última luz do dia.

Kátia contando o tempo da exposição

Kátia contando o tempo da exposição

Fernando Fortes confere o primeiro calótipo do dia. Perfeito mesmo sob dia chuvoso!

Fernando Fortes confere o primeiro calótipo do dia. Perfeito mesmo sob dia chuvoso!

Felizmente no 3º dia do curso o sol resolveu aparecer ainda que um pouco tímido. Nos sentimos ousados e partímos para fazer calótipos pelas redondezas do laboratório. O Waldir logo sugeriu os arcos da Av. 23 de Maio e lá fomos nós carregando as câmeras e tripés e fortalecendo os braços.

A turma toda no viaduto da Radial Leste sobre a Av. 23 de Maio.

A turma toda no viaduto da Radial Leste sobre a Av. 23 de Maio.

rhs_20130323_4520-

rhs_20130323_4550-

rhs_20130323_4565-

4º dia

O último dia do curso foi dedicado a fazer uma cópia positiva em papel salgado do calótipo produzido. A seqüência é encerar o calótipo com cera de abelha, preparar o papel salgado, colocar o calótipo e o papel salgado na contateira e deixar embaixo da luz do sol ou dentro da caixa de luz UV. Depois o papel salgado é lavado e fixado. O processo aparentemente simples, levou o dia todo!

Cópia em papel salgado é uma técnica muito trabalhosa que exige bastante prática para ter ótimos resultados. Nossa intenção neste caso, foi dar ao aluno a experiência de fazer o processo do começo ao fim, do negativo à cópia positiva como se fazia no século 19.

A cera de abelha é derretida e folhas de papel são saturadas dela enquanto líquida

A cera de abelha é derretida e folhas de papel são saturadas dela enquanto líquida

Os calótipos são colocados entre diversas folhas saturadas de cera de abelha. O ferro morno transfere a cera para o negativo de papel. O excesso de cera é retirado com o mesmo processo, porém com folhas limpas para absorvê-lo.

Os calótipos são colocados entre diversas folhas saturadas de cera de abelha. O ferro morno transfere a cera para o negativo de papel. O excesso de cera é retirado com o mesmo processo, porém com folhas limpas para absorvê-lo.

As contateiras já com os calótipos e o papel salgado sendo expostos a luz do sol

As contateiras já com os calótipos e o papel salgado sendo expostos a luz do sol

rhs_20130324_4591-

Papel salgado sendo pós-processado sob luz vermelha.

Papel salgado sendo pós-processado sob luz vermelha.

Ao final do dia, todas as obras produzidas durante o curso. Quantas!

Ao final do dia, todas as obras produzidas durante o curso. Quantas!

A discussão final dos resultados foi muito boa! Cada aluno contou um pouco sobre o que achou de fazer todo o processo e como isso o fez pensar sobre sua visualização fotográfica. O interessante é que nenhum deles percebeu as dificuldades do processo como uma coisa negativa, todos conseguiram aceitar as “condições” e pensar o que poderiam fazer a partir delas, como um impulso criativo.

Não conseguirei relatar aqui tudo o que foi conversado, e nem faria sentido. Mas para nós deste site, ficou mais claro ainda que esta é uma experiência enriquecedora para o fotógrafo atual, de qualquer nível.

Fiquem atentos às próximas turmas!

Para fechar, aí vai a foto final da turma e as obras produzidas por eles.

Agradecimentos à ajuda da Carol Mitsuka e Ligia Minami. Também um agradecimento ao apoio do Estúdio Foto Vídeo Foca.

Abraços,

Roger Sassaki

Toda a turma no final do curso, dentro de nosso pequeno-grande laboratório.

Toda a turma no final do curso, dentro de nosso pequeno-grande laboratório.

Obras produzidas

Calótipos

— Clique nas imagens para vê-las maior

1.

Primeiro calótipo da turma, feito em conjunto e sob chuva!

Primeiro calótipo da turma, feito em conjunto e sob chuva!

2.

De Bárbara Simonetti. (Esquerda: calótipo / Direita: inversão digital)

De Bárbara Simonetti. (Esquerda: calótipo / Direita: inversão digital)

3.

De Bárbara Simonetti. (Esquerda: calótipo / Direita: inversão digital)

De Bárbara Simonetti. (Esquerda: calótipo / Direita: inversão digital)

4.

De Bárbara Simonetti. (Esquerda: calótipo / Direita: inversão digital)

De Bárbara Simonetti. (Esquerda: calótipo / Direita: inversão digital)

5.

De Bárbara Simonetti. (Esquerda: calótipo / Direita: inversão digital)

De Bárbara Simonetti. (Esquerda: calótipo / Direita: inversão digital)

6.

De Kátia Magri. (Esquerda: calótipo / Direita: inversão digital)

De Kátia Magri. (Esquerda: calótipo / Direita: inversão digital)

7.

De Kátia Magri. (Esquerda: calótipo / Direita: inversão digital)

De Kátia Magri. (Esquerda: calótipo / Direita: inversão digital)

8.

De Kátia Magri. (Esquerda: calótipo / Direita: inversão digital)

De Kátia Magri. (Esquerda: calótipo / Direita: inversão digital)

9.

De Kátia Magri. (Esquerda: calótipo / Direita: inversão digital)

De Kátia Magri. (Esquerda: calótipo / Direita: inversão digital)

10.

De Valéria Gobi. (Esquerda: calótipo / Direita: inversão digital)

De Valéria Gobi. (Esquerda: calótipo / Direita: inversão digital)

11.

De Valéria Gobi. (Esquerda: calótipo / Direita: inversão digital)

De Valéria Gobi. (Esquerda: calótipo / Direita: inversão digital)

12.

De Valéria Gobi. (Esquerda: calótipo / Direita: inversão digital)

De Valéria Gobi. (Esquerda: calótipo / Direita: inversão digital)

13.

De Valéria Gobi. (Esquerda: calótipo / Direita: inversão digital)

De Valéria Gobi. (Esquerda: calótipo / Direita: inversão digital)

14.

De Waldir Salvadore e Marcela Porcelli. (Esquerda: calótipo / Direita: inversão digital)

De Waldir Salvadore e Marcela Porcelli. (Esquerda: calótipo / Direita: inversão digital)

15.

De Waldir Salvadore e Marcela Porcelli. (Esquerda: calótipo / Direita: inversão digital)

De Waldir Salvadore e Marcela Porcelli. (Esquerda: calótipo / Direita: inversão digital)

16.

De Waldir Salvadore e Marcela Porcelli. (Esquerda: calótipo / Direita: inversão digital)

De Waldir Salvadore e Marcela Porcelli. (Esquerda: calótipo / Direita: inversão digital)

17.

De Waldir Salvadore e Marcela Porcelli. (Esquerda: calótipo / Direita: inversão digital)

De Waldir Salvadore e Marcela Porcelli. (Esquerda: calótipo / Direita: inversão digital)

Cópias em papel salgado

18.

De Bárbara Simonetti. Cópia em papel salgado a partir de calótipo.

De Bárbara Simonetti. Cópia em papel salgado a partir de calótipo.

19.

De Kátia Magri. Cópia em papel salgado a partir de calótipo.

De Kátia Magri. Cópia em papel salgado a partir de calótipo.

20.

De Valéria Gobi. Cópia em papel salgado a partir de calótipo.

De Valéria Gobi. Cópia em papel salgado a partir de calótipo.

21.

De Waldir Salvadore e Marcela Porcelli. Cópia em papel salgado a partir de calótipo.

De Waldir Salvadore e Marcela Porcelli. Cópia em papel salgado a partir de calótipo.

22.

De Waldir Salvadore e Marcela Porcelli. Cópia em papel salgado a partir de calótipo.

De Waldir Salvadore e Marcela Porcelli. Cópia em papel salgado a partir de calótipo.

Print Friendly

Leave a Reply