Ambrótipos resistem a mais de 150 anos embaixo do mar

Ambrótipos achados no naufrágio de 1857. Crédito: Odyssey Marine Exploration
Ambrótipos achados no naufrágio de 1857. Crédito: Odyssey Marine Exploration

Esta notícia foi dada pela imprensa mundial com um enfoque um pouco diferente. Manchetes como “o navio de ouro” ou “milhões em ouro achados em naufrágio” foram preferidas. Eu não me importei muito com as 10 toneladas de ouro achadas nos destroços do SS Central America, que foi ao fundo do mar na costa da Carolina do Sul em 1857.

O que me chamou atenção foram pelo menos 60 fotografias em ambrótipo que foram encontrados em boas condições em junho de 2014! São retratos de diversos passageiros, provavelmente envolvidos na corrida do ouro dos EUA.

Um dos depósitos com ambrótipos. Foto: Odyssey Marine
Um dos depósitos com ambrótipos. Foto: Odyssey Marine

Segundo o relatório, o conservador da Odyssey’s Marine Frederick Van de Walle está investigando as técnicas de conservação apropriadas para retirar as imagens do fundo do mar. Então teremos que esperar um pouco até ver quais são estas imagens que veem sobrevivendo a mais de 150 anos embaixo do mar.

Roger Sassaki

Fontes:
http://www.shipwreck.net/sscaoperationaloverview.php
http://www.shipwreck.net/documents/OMECourtReport14-2_000.pdf

Exposição: O Nascimento de Fotografia

Vista da Janela em Le Grass
Vista da Janela em Le Grass de Joseph Nicéphore Niépce, 1826.

Quem for viajar para a Alemanha nos próximos meses, pode passar pela cidade Mannheim e ver a exposição “O Nascimento de Fotografia. Marcos da Coleção Gernsheim” que vai até o dia 6 de janeiro de 2013 no museu Reiss-Engelhorn.

Um dos destaques é a exibição do que deve ser o exemplar fotográfico mais antigo ainda existente. A heliografia feita por Joseph Nicéphore Niépce em 1826 intitulada Vista da Janela em Le Grass. Feita com uma mistura de Betume da Judéia (um tipo de asfalto), a exposição a luz de 8h fez com que o sol fosse registrado em ambas as paredes opostas.

Oportunidade raríssima!

Site oficial do museu

Rubikon: faça uma câmera de papel para filme 35mm

A Rubikon que construí!

Este é um projeto divertido para você gastar algumas horas no melhor estilo “caixa de sucrilhos”. Bom, não sei se a a metáfora ainda existe, mas eu sou da época que as caixas de cereais tinham sempre um brinquedo para recortar e montar na parte de trás da caixa.

A Rubikon é uma camera “buraco de agulha” (pinhole), feita de papel pelo designer Jaroslav Juřica, que você mesmo pode montar. Ela segue a idéia da Dirkon, uma camera de papel publicada em uma revista tcheca em 1979. Eu sempre tive vontade de montar uma Dirkon mas nunca o fiz. Quando achei a Rubikon, achei o projeto mais otimizado e elegante e resolvi tentar.
Continue reading “Rubikon: faça uma câmera de papel para filme 35mm”

Edital: Conexão Artes Visuais MinC/Funarte/Petrobras

Olha só que boa oportunidade para quem tem projetos fotográficos na gaveta. A Funarte, junto com a Petrobrás e o Ministério da Cultura, acabou de lançar o edital para o Conexão Artes Visuais.

Que tal tentar financiar seu projeto de fotografia? Olha só alguns trechos da matéria que a Funarte divulgou:

Foi lançado, nesta sexta-feira, 14 de setembro, o Edital Conexão Artes Visuais MinC/Funarte/Petrobras. Em sua terceira edição, o programa vai contemplar 20 projetos com prêmios no valor de R$ 45 mil, cada. A portaria referente ao edital foi publicada no Diário Oficial da União de hoje (14/9).
O investimento total do programa é de R$ 1,5 milhão. Entre as ações a serem viabilizadas com os prêmios estão obras, mostras, palestras, seminários, oficinas, residências, mapeamentos, exposições e publicações.
Os proponentes têm total liberdade para escolher o tema de seus projetos, assim como o local onde serão desenvolvidos. O objetivo é contemplar projetos de produção artística experimental, de reflexão crítica e de profissionalização dos processos de gestão cultural. As atividades e os produtos gerados por meio do edital serão oferecidos gratuitamente ao público.
As inscrições estão abertas até 31 de outubro de 2012. Podem participar pessoas físicas ou jurídicas de todo o país. A análise dos projetos será feita por uma comissão composta por cinco integrantes de notório saber sobre a produção nacional na área das artes visuais.

Veja todas as informações na página da Funarte:
http://www.funarte.gov.br/edital/conexao-artes-visuais-mincfunartepetrobras/